Data: octubre 24, 2013 | 17:24

O olhar de crianças acreanas sobre a Amazônia

Foram selecionadas as melhores fotos para um varal fotográfico que ficou exposto no pátio das escolas | Foto: Guilherme Noronha

Foram selecionadas as melhores fotos para um varal fotográfico que ficou exposto no pátio das escolas | Foto: Guilherme Noronha

© Celis Fabrícia e Fernanda Melonio | WWF-Brasil | Agência de Notícias do Acre

Diversos fotógrafos profissionais registram diariamente a beleza e diversidade da Amazônia e seus habitantes. Os amazônidas, por sua vez, veem essa floresta todos os dias. E o que será que acontece quando, um dia, esses olhares se encontram na mesma imagem? A resposta pode ser encontrada em um projeto de fotografia realizado na cidade de Feijó, distante 363 quilômetros da capital acreana.

Durante o mês de junho, aproximadamente 50 estudantes e professores das escolas rurais Pedro Mota Leitão, Antônio Fenelon de Oliveira e Eugênia Morais da Silveira participaram de oficinas de educomunicação. Eles tiveram aulas de fotografia e vídeo. No encerramento de cada oficina, eles puderam mostrar o trabalho realizado para toda a escola. Através de votação realizada pelos participantes, foram selecionadas as melhores fotos para um varal fotográfico. As imagens, que ficaram expostas no pátio das escolas, retratam o olhar dos alunos sobre sua própria rotina e sobre a natureza que os cerca.

Guilherme Kiehl Noronha, fotógrafo consultor do WWF-Brasil para a atividade, ficou surpreso em ver o talento para composição fotográfica e a evolução de alguns alunos que se destacaram. “A fotografia é uma linguagem universal que possibilita diálogos transversais com diversos outros assuntos, como a conservação da Amazônia, tema essencial desse projeto”, disse.

 Durante o mês de junho, aproximadamente 50 estudantes e professores de escolas de Feijó participaram de oficinas de educomunicação (Foto: Francisco Sales Cardoso)

Durante o mês de junho, aproximadamente 50 estudantes e professores de escolas de Feijó participaram de oficinas de educomunicação  | Foto: Francisco Sales Cardoso

A comunidade escolar também recebeu a doação de equipamentos fotográficos e de informática para continuar desenvolvendo atividades que possam auxiliar na didática de diversas disciplinas. Com esse conhecimento e instrumentos, eles passam a ser multiplicadores e podem retratar a realidade em que vivem, além de ter o exemplo de uma possível futura profissão. “Esse é um instrumento que faz as pessoas perceberem as alternativas que o uso dos recursos naturais pode trazer para oferecer qualidade de vida e renda a essas populações”, comenta Magaly Medeiros, diretora-executiva da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).

A visão dos estudantes sobre a Amazônia que os cerca pode ser vista na exposição fotográfica virtual na página do projeto Sky Rainforest Rescue, parceria entre o WWF, a rede britânica de TV Sky e o governo do Acre, que beneficia famílias na Zona de Atendimento Prioritário (ZAP) da BR-364, nos municípios de Feijó, Tarauacá, Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus e Jordão.

Renata Dias dos Santos, uma das participantes da oficina, é aluna da Escola Antônio Fenelon de Oliveira (Foto: Francisco Claudemir Ferreira)

Renata Dias dos Santos, uma das participantes da oficina, é aluna da Escola Antônio Fenelon de Oliveira | Foto: Francisco Claudemir Ferreira

A mostra virtual dos alunos é parte de uma série de eventos denominado I Love Amazon Week, promovida pelo projeto Sky Rainforest Rescue com o objetivo de sensibilizar o público do Reino Unido para a importância da conservação da Amazônia e mostrar o que tem sido feito na área de implementação do projeto, no Acre.

Aluna do 8º ano da Escola Antônio Fenelon de Oliveira, Renata Dias dos Santos, ficou impressionada com o que vivenciou. “Eu nunca havia pensado que fotografia ia além de “apertar o botão”, mas depois da oficina descobri várias possibilidades legais,” concluiu.

Veja a galeria da Sky Rainforest Rescue
MAIS EM OLHA BRASILEIRA
coronavirus



sopa de mani



desastre total



Reporteros Sin Fronteras



CPJ



Knigth Center