Data: enero 3, 2014 | 14:41

Governo do Acre destaca avanços na área cultural em 2013

A Escola de Música do Acre (Emac) desenvolve ações de educação musical. Cerca de 300 alunos foram beneficiados na musicalização – de seis a oito anos –, e formação continuada – a partir de 13 anos. | Foto Arquivo FEM

A Escola de Música do Acre (Emac) desenvolve ações de educação musical. Cerca de 300 alunos foram beneficiados na musicalização e formação continuada. | Foto Arquivo FEM

© Rose Farias | Agência de Notícias do Acre

Na área cultural, o ano de 2013 foi marcado pelo fomento a programas e ações que culminaram num equilíbrio de resultados. A presidente da Fundação de Cultura Elias Mansour (FEM), Francis Mary Alves de Lima, considera que o governo do Estado executou avanços em sua área contábil, os quais comprovam que foi possível, com esforço e criatividade, alcançar bons resultados.

“Com organização e articulação, é possível avançar na formatação de políticas públicas capazes de atender à necessidade do setor. Avanços foram percebidos, com maior relevância, como no Programa Cultura e Comunidade”, explica Francis Mary.

Programa Cultura e Comunidade

O governo do Estado, por meio da FEM, investiu R$ 2,8 milhões em editais do programa, além dos convênios, incentivo direto e outros ajustes no valor de R$ 245 mil. Foram contemplados 119 projetos de 22 cidades. O Departamento de Incentivos Fiscais (Defic) aponta que o público beneficiado chega a 556.589 pessoas.

Ações tiveram como foco o incentivo a projetos, formação, leitura e fomento às artes (Foto: Arquivo FEM)

Ações tiveram como foco o incentivo a projetos, formação, leitura e fomento às artes (Foto: Arquivo FEM)

Formação

A Escola de Música do Acre (Emac) desenvolve ações de educação musical. Cerca de 300 alunos foram beneficiados na musicalização – de seis a oito anos –, e formação continuada – a partir de 13 anos.  Os recursos são do governo do Estado, por meio da FEM.

A Emac adquiriu os cadastros que certificam a qualidade educacional da escola, e o quadro de professores ampliou.

Usina de Arte

Referência na região Norte, o espaço desenvolve cursos e oficinas livres de artes, além de promover espetáculos.

Em 2013, como parte integrante do Instituto Dom Moacir, nos cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC), do Pronatec, a Usina executou formação em nove cursos técnicos na área das artes.  Mais de 90 estudantes foram beneficiados. Os recursos provenientes do governo federal e governo do Estado aplicados no projeto chegam a R$ 400 mil.

Agentes de Leitura

O Departamento Estadual do Livro e Leitura (Dell) obteve bons resultados. O destaque é o Programa Agentes de Leitura, ação do governo do Estado com o Ministério da Cultura (MinC), por meio da Diretoria de Livro, Leitura e Literatura (DLLL).

Cerca de 50 jovens foram capacitados. Eles promovem ações de leitura nas comunidades de seus bairros. Em todo o estado, sete cidades fazem parte do programa. Ao todo, foram cadastradas 500 famílias e três mil pessoas beneficiadas. Os agentes recebem uma bolsa no valor de R$ 350 por mês.

Caravana de Cultura e Humanização nos municípios

Comunidades de 16 cidades acreanas receberam o projeto. Foram beneficiadas com as oficinas de artes, patrimônio e humanização cerca de sete mil pessoas.

MAIS EN OLHA BRASILEIRA
coronavirus



sopa de mani



desastre total



Reporteros Sin Fronteras



CPJ



Knigth Center