Data: enero 29, 2019 | 9:48
BOA VIZINHANÇA | Apoiando iniciativas de seu Ministro dos Hidrocarbonetos, o presidente Morales vem promovendo negociações sem precedentes para a venda do gás boliviano ao setor privado do Brasil liderado pelo grupo JBS de Joesley Batista, afastando Petrobras desse negócio...

Evo Morales deseja «recuperação rápida» para Bolsonaro

O presidente Evo Morales parabenizando o novo presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, durante o ato de posse do 1º de Janeiro. | Foto Agência Brasil
© Redação Sol de Pando

O presidente boliviano Evo Morales, desejou na segunda-feira à noite uma «rápida recuperação» ao seu homólogo brasileiro Jair Bolsonaro, quem foi intervindo cirurgicamente o domingo, para retirar a bolsa de colostomia que ele carregava depois que foi esfaqueado num ataque em setembro passado.

«Desejamos uma rápida recuperação ao Presidente do povo irmão do Brasil, @jairbolsonaro, que foi operado com sucesso. Nós temos muitas questões a trabalhar juntos para o benefício de nossos países. Brasil e Bolivia são países irmãos«, escreveu Morales na sua conta em Twitter, ontem à noite.

Após a vitória de Jair Bolsonaro na segunda rodada eleitoral contra seu rival Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), Evo parabenizou ao presidente eleito brasileiro desde sua conta no Twitter: «Saudamos ao povo irmão do Brasil pela sua participação democrática no segunda rodada das eleições presidenciais na qual foi eleito Jair Bolsonaro, a quem nós estendemos nosso reconhecimento. Bolívia e Brasil são nações irmãs com laços profundos de integração«, disse Morales em 28 de outubro passado.

Bolsonaro convidou Evo Morales para a cerimônia de posse no Palácio do Planalto em 1º de janeiro, gesto que o presidente boliviano também agradeceu publicamente pelo seu Twitter: «Agradecemos o convite do irmão Pdte. @jairbolsonaro e nós auguramos para ele uma boa gestão para o bem do povo irmão do Brasil. Bolívia e Brasil são vizinhos para toda a vida. Respeitando diferenças, temos a missão de trabalhar juntos para o benefício de nossos povos «.

Em 5 de dezembro de 2017, os presidentes Evo Morales e Michel Temer concordaram em Brasília a venda direta de Gás Natural da Bolívia para o setor privado brasileiro. | Foto Agência Brasil

Apoiando iniciativas de seu Ministro dos Hidrocarbonetos, o presidente Morales vem promovendo uma negociação sem precedentes para a venda do gás boliviano ao setor privado do Brasil, liderado pelo grupo JBS de Joesley Batista, afastando Petrobras desse negócio.

Em 5 de dezembro de 2017, Morales já visitou Brasília para se reunir com o presidente Michel Temer, fechando acordos prévios firmados entre o Ministério dos Hidrocarbonetos da Bolívia com os governos estaduais de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para a privatização da venda do Gás boliviano no território brasileiro.

LINKS RELACIONADOS
elecciones2019



sopa de mani



Komadina



Soria Galvarro



Reporteros Sin Fronteras



CPJ



Knigth Center