Data: julio 12, 2013 | 18:11
A série que estreia neste sábado 13, as 22h15, terá nove episódios, e o primeiro se chama Xamã das Florestas, filmado no Acre...

Acre é o tema do programa de estreia de Richard Rasmussen na National Geographic

Richard se prepara para ritual na aldeia Yawanawa Nova Esperanca.

Richard se prepara para ritual na aldeia Yawanawa Nova Esperanca.

[do action=»firma»]Samuel Bryan| Agência Notícias do Acre[/do]

O biológico Richard Rasmussen ficou famoso no Brasil inteiro por explorar as regiões mais remotas do país e levar a diversos programas televisivos uma parte da rica flora e fauna brasileira.

Agora, ele apresenta a série «No Mundo Selvagem de Richard Rasmussen», que estreia neste sábado, 13, as 22h15, na National Geographic. A série terá nove episódios, e o primeiro se chama Xamã das Florestas, filmado no Acre.

“Será o primeiro programa de um brasileiro desvendando o Brasil na National”, explica Richard. A série será uma jornada pelo Brasil em busca de mistérios, mitos, crenças e lendas que envolvem civilizações milenares, fenômenos naturais e os animais mais exóticos da fauna brasileira.

«No Mundo Selvagem de Richard Rasmussen» irá focar principalmente a interação. Richard investiga a fundo os lugares que visita, conversa com pessoas locais, entra onde tiver que entrar para encontrar os animais mais exóticos e raros de cada região, entrega-se de corpo e alma em rituais de tribos indígenas, sempre em busca de um momento onde as verdades da natureza são reveladas.

“A série será sempre baseada em algum tipo de conhecimento e os rumos que percorrem esses conhecimentos. Nesse programa de estreia percorreremos os caminhos do Xamã no Acre, depois a lenda do boto na Amazônia e tantas outras histórias”, reforça Richard.

A aventura de Richard pelo Acre para a produção do material foi desafiadora. O apresentador precisou dormir uma noite em um pequeno barco que guardava os 400 quilos de equipamento da equipe de filmagens. E durante a produção da série foram perdidas duas câmeras, gerando um prejuízo de R$ 150 mil.

Xamãs da Floresta

Richard e pajé conversam antes do ritual do Uni na aldeia Yawanawa Mutum

Richard e pajé conversam antes do ritual do Uni na aldeia Yawanawa Mutum

Richard e pajé conversam antes do ritual do Uni na aldeia Yawanawa Mutum
Richard e pajé conversam antes do ritual do Uni na aldeia Yawanawa Mutum
O episódio inicial da série, gravado no Acre, vai mostrar a forma de vida tradicional do povo Yawanawá. Lá o conhecimento ainda é ensinado pelos anciãos e aprendido pelos jovens mesmo depois de terem se passado mais de cinco séculos desde que o primeiro homem branco pisou na América do Sul.

Um dos aspectos mais intrigantes desses ensinamentos diz respeito ao xamanismo: a capacidade de poucos escolhidos praticarem a «medicina da selva» e de possuírem o conhecimento, os meios e as formas de encontrar as curas para as doenças dos membros da tribo, sejam elas do corpo ou da alma.

Richard irá fazer parte do ritual do Kapun (ou kambô), o famoso sapo amazônico que produz uma poderosa toxina que é extraída dele e colocada na corrente sanguínea do apresentador. Os efeitos são poderosos e surpreendentes. Em seguida, ele irá conhecer as terras sagradas da tribo e experimentará a «Uni» (a ayahuasca local), com o xamã mais velho da nação Yawanawá, de 96 anos de idade.

LINKS RELACIONADOS
coronavirus



sopa de mani



desastre total



Reporteros Sin Fronteras



CPJ



Knigth Center